Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Kanye West banido do Twitter por divulgar número de telefone do CEO da revista Forbes

Depois de publicar numerosas mensagens insólitas no Twitter, a revelação de um número de telefone alheio (proibida no Twitter) valeu a Kanye West uma suspensão

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Kanye West foi temporariamente suspenso da sua conta no Twitter, depois de ter revelado o número de telefone do CEO da revista Forbes.

A publicação seguiu-se a numerosas outras mensagens insólitas, nas quais Kanye West se insurgiu contra a indústria discográfica, que acusa de ter “matado” Prince e Michael Jackson, ou de um vídeo no qual aparece a urinar num Grammy.

Foi o basquetebolista Rick Fox, amigo de Kanye West, a confirmar a sua suspensão.

“O meu amigo Kanye West quer que saibam que foi expulso do Twitter durante 12 horas”, escreveu Rick Fox.

O post que levou ao castigo foi aquele em que o artista partilhou o telefone de Randall Lane, CEO e editor da revista Forbes.

“Se algum dos meus fãs quiser ligar a um supremacista branco... aqui está o editor da Forbes”, escreveu Kanye West num post entretanto apagado.

Segundo as regras do Twitter, a revelação de informação pessoal alheia é punida com uma suspensão temporária; em caso de reincidir, o utilizador ficará impossbilitado de voltar a usar aquela plataforma.