Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Kanye West não lança mais música enquanto tiver contrato. “A NBA e a indústria musical são navios de escravos e eu sou o novo Moisés”

Kanye West ataca, no Twitter, editoras discográficas e outros alvos

Kanye West voltou ao ataque, no Twitter, declarando que não voltará a lançar música nova enquanto tiver contrato com a Universal/Sony.

"Em nome de Deus, em nome de Jesus, venham buscar-me", acrescentou.

"Preciso de ver os contratos de toda a gente, na Universal e na Sony. Não vou ficar parado a ver o meu povo ser escravizado. A NBA e a indústria musical são os navios de escravos dos tempos modernos e eu sou o novo Moisés".

A guerra entre Kanye e a Universal/Sony já dura há alguns anos. Em 2019, o músico processou ambas as editoras, por direitos de propriedade e alegando ter royalties por receber.

O último álbum de Kanye West, "Jesus Is King", foi editado em outubro do ano passado. Já este ano, o músico prometeu um novo disco, "Donda", para julho, mas o mesmo não se materializou.

Ainda no Twitter, Kanye disparou contra colegas de profissão como J. Cole, Drake e Jay-Z. "Estou a lutar por nós", escreveu. "Não faço parte da indústria, faço parte de Cristo".