Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

“Black Panther 2” foi suspenso. A Disney não sabia que Chadwick Boseman estava gravemente doente

Chadwick Boseman, falecido no final do mês passado, deveria começar a rodar a sequela de “Black Panther” este mês. A Disney soube da batalha do ator com o cancro após o seu falecimento

A Disney só soube que Chadwick Boseman estava gravemente doente após a sua morte, escreve o Hollywood Reporter.

Nem o diretor criativo chefe da Marvel (detida pela Disney), Kevin Feige, nem ninguém dos estúdios sabia que Boseman vinha lutando contra um cancro no cólon - pelo que a sua morte se veio a revelar uma absoluta surpresa.

Fonte próxima do ator explicou à mesma publicação que Boseman estava convencido, na semana antes de morrer, de que iria superar a doença e recuperar o peso necessário para começar as gravações de "Black Panther 2", este mês.

Alguns representantes da Disney esclareceram ao Hollywood Reporter que a prioridade é, agora, homenagear Chadwick Boseman - e não começar a trabalhar numa eventual sequela.

A morte do ator terá repercussões por todo o Universo Cinematográfico Marvel, já que Boseman iria também marcar presença noutros filmes, como o fez em 2016 ("Capitão América: Guerra Civil") e 2019 ("Vingadores: Endgame").

A Disney poderá, por isso, optar por substituir o ator, ou por dar o papel de "Pantera Negra" a Letitia Wright, que interpreta Shuri, a irmã do Rei T'Challa - uma solução que permaneceria fiel às comics que servem de base ao filme.