Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Instagram Miley Cyrus

Miley Cyrus: “Não preciso de homens ou mulheres que cuidem de mim. Tenho dinheiro para cuidar de mim sozinha”

Refletindo sobre o divórcio de Liam Hemsworth, Miley Cyrus falou das suas relações amorosas com homens e mulheres. "Os homens sempre me disseram que sou fria, uma cabra fria, porque os deixo quando não os quero mais"

Miley Cyrus falou sobre a sua separação e subsequente divórcio do ator Liam Hemsworth, com quem manteve uma relação (com pausas pelo meio) durante dez anos, refletindo também sobre as suas relações amorosas com homens e mulheres.

"Quero uma ligação profunda... Os homens sempre me disseram que sou fria, uma cabra fria, porque os deixo quando não os quero mais", confessou a artista norte-americana em entrevista ao podcast do comediante Joe Rogan, "não preciso de um homem ou de uma mulher que cuide de mim. Tenho dinheiro para cuidar de mim sozinha. Tenho as coisas de que preciso para cuidar de mim. Preciso que eles sejam capazes de cuidar deles próprios".

Sobre o inesperado divórcio, anunciado poucos meses depois do casamento, a artista disse: "O que realmente foi mau não foi o facto de eu e uma pessoa que amava termos percebido que não nos amávamos da forma como já nos tínhamos amado. Está tudo OK, sei lidar com isso. O que não consigo aceitar é a vilificação e todas as histórias".

Recorde-se que Cyrus se envolveu romanticamente com a blogger e personalidade televisiva Kaitlynn Carter pouco depois de ter sido divulgada a separação, algo que tenta agora clarificar. "Acho fantástico que o público pense que não houve um intervalo de tempo que eles não viram. Não é como se num dia eu estivesse feliz na passadeira vermelha e no outro estivesse a curtir com uma amiga em Itália. Muito tempo separou essas duas situações".

A artista aponta também o dedo aos meios de comunicação, explicando: "Fiz uma sessão de fotografias para uma revista e uma entrevista onde dizia que estava apaixonada pelo meu namorado. Isso aconteceu, literalmente, quando eu fiz a Vanity Fair. Voei para lá uma semana depois de me ter casado. Quando o artigo saiu para as bancas eu estava divorciada. Já eram notícias antigas".