Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Erick Morillo no Pacha de Ibiza em 2001

Getty Images

O DJ Erick Morillo, do êxito 'I Like to Move It', foi encontrado morto em Miami

O DJ nova-iorquino foi encontrado sem vida em Miami Beach esta terça-feira, aos 49 anos. Era o autor do êxito planetário 'I Like to Move It'. Há um ano atuou em Vila do Conde e em Albufeira

O DJ Erick Morillo faleceu esta terça-feira, aos 49 anos.

O artista norte-americano, autor do êxito dos anos 90 'I Like to Move It' (de Real 2 Real), foi encontrado morto na sua residência em Miami Beach, cidade-ilha no sul do estado norte-americano da Florida, na manhã desta terça-feira.

A causa de morte está por determinar, não tendo a polícia encontrado evidências de crime.

O DJ nova-iorquino tinha sido detido há um mês por alegada violação de uma mulher numa festa privada em Miami em dezembro de 2019. Depois de uma análise de ADN que o identificou, o artista entregou-se às autoridades, estando à hora da morte a aguardar o desenvolvimento da ação judicial que lhe fora interposta - a próxima audiência deveria acontecer esta sexta-feira.

Morillo foi um dos maiores DJs dos anos 90, graças ao êxito 'I Like To Move It', posteriormente recuperado pelo filme "Madagascar", tendo também editado sob designação The Dronez, RAW e Real 2 Real. A sua vida foi atravessada por várias fases de toxicodependência e alcoolismo.

Morillo esteve várias vezes em Portugal. Em agosto de 2019, atuou na Praia do Seca, em Vila do Conde, e em Albufeira.