Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Fred Durst fala sobre os Limp Bizkit: “Nem sequer éramos amigos”

Em entrevista, o vocalista dos Limp Bizkit confessa que nunca houve amizade na banda e conta como conheceu o guitarrista Wes Borland

Fred Durst deu uma entrevista à Metal Hammer, na qual admitiu que os membros dos Limp Bizkit nunca foram amigos.

Segundo o vocalista, o grupo juntou-se por causa da "magia" que existia, lembrando o dia em que conheceu Wes Borland, no primeiro concerto de sempre dos Limp Bizkit.

"Foi feroz, mas resultou. Inventei letras na hora", revelou. "Nunca considerámos ser amigos, não era para isso que ali estávamos. Era só sobre a magia que acontecia quando estávamos juntos. Nem sequer éramos amigos".

Durst lamentou, também, que a sonoridade dos Limp Bizkit tenha acabado por definir uma geração de "desportistas": "Queria que as minhas letras fossem para as pessoas que talvez se sentissem como eu, para as vítimas", desabafou.

"Devia tê-lo tornado mais óbvio, porque o nosso público e os nossos fãs não eram essas pessoas. Eram o inimigo, o oposto, eram as pessoas que eu odiava. Se eu pudesse mudar algo, seria tornar as coisas mais claras em relação ao lugar de onde vinha, separar os durões das vítimas", rematou.