Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Capa da revista Time editada por Pharrell Williams

Pharrell Williams é o editor convidado da revista Time. “O passado e o presente da América são racistas. Merecemos o nosso futuro”

Numa edição especial da revista norte-americana, Pharrell Williams fala e convida a falar sobre o passado e o presente racistas dos Estados Unidos e da "Nova Revolução Americana"

Pharrell Williams, que o mundo ficou a conhecer como elemento dos N.E.R.D., é o editor convidado da nova edição da revista norte-americana Time. O músico norte-americano intitula esta edição especial de "A Nova Revolução Americana", convidando a uma reflexão sobre o passado e o presente racistas do país onde nasceu e as "visões de um futuro que cumpra a promessa de uma nação".

No interior da revista, os leitores podem encontrar não só um editorial assinado por Williams como uma série de ensaios e conversas com convidados como Tyler, The Creator, a escritora e ativista Angela Davis ou Barbara Lee, membro da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos.

"A América foi fundada sobre o sonho de uma terra onde todos os homens fossem criados para serem iguais, que continha a promessa de liberdade e justiça para todos. Mas esse 'todos' nunca incluiu pessoas negras", escreve Williams, "mas os protestos que decorrem neste momento pela igualdade e pela responsabilização, que se alastraram a várias cidades em toda a nação, fizeram-me sentir algo novo, que apenas posso descrever de uma forma: Americano".

O músico diz ainda que se vê como "a promessa da América e também um produto do seu passado vergonhoso". "Se algum dia vamos responsabilizar esta nação, devemos forçá-la a construir um futuro que nos ofereça as mesmas oportunidades de riqueza, prosperidade e sucesso, como exploradores de base e construtores de um império com o nosso trabalho não remunerado que somos", acrescenta. Siga o link para ler mais e veja a capa da nova edição da Time.