Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Microsoft 'mata' Internet Explorer (1995-2020)

O fim de uma das 'janelas' mais antigas para a internet

A Microsoft irá descontinuar o Internet Explorer, um dos browsers mais antigos da história da internet.

A gigante tecnológica irá, doravante, focar as suas atenções no Microsoft Edge, um browser mais recente, de forma a manter-se competitiva.

Lançado em 1995, o Microsoft Explorer chegou a ser o browser mais popular por entre os internautas, ocupando 95% da quota de mercado em 2003.

A partir de 2010, o Explorer sofreu quedas abruptas, não só devido à forte concorrência da Apple como também de outros browsers, como o Firefox e o Chrome.

O Explorer deixará de ser utilizado pelo Microsoft Teams a partir do dia 30 de novembro deste ano, ao passo que as restantes aplicações da Microsoft 365 irão mantê-lo até ao dia 17 de agosto de 2021.