Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Como Chris Cornell 'salvou' Tom Morello. “É uma ferida incurável que ele tenha partido”

Tom Morello recorda o papel importantíssimo de Chris Cornell nos Audioslave. “Sinto a falta dele todos os dias”

Tom Morello deu uma entrevista à revista Rolling Stone, na qual afirmou que Chris Cornell "salvou" os restantes membros dos Audioslave.

"Andávamos à deriva - muita frustração, estávamos a tentar resolvê-la e compor música, e compusemos esse primeiro disco muito rapidamente", começou por explicar.

"Nunca tínhamos conhecido um vocalista com essa capacidade inata de conjurar melodias belas e ameaçadoras do éter. O Rick Rubin, que produziu o nosso primeiro álbum, disse-nos que não sabíamos a sorte que tínhamos", continuou.

"Passámos de um dos grandes vocalistas e liricistas de sempre [Zack de la Rocha, dos Rage Against the Machine] para um dos grandes vocalistas rock de sempre. Quer fosse uma progressão de três acordes ou um riff complicado qualquer, o Chris criava uma grande canção a partir daí, sem esforço".

"E era um tipo incrível. O seu génio consistia em beber dos cantos mais negros da sua psique - e eles estavam lá, e eram muitos, e alimentavam a sua melhor música, e tornaram-no, no final de contas, incompreensível. Sinto a falta dele todos os dias. É uma ferida incurável que ele tenha partido", rematou.