Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Olavo Bilac

Facebook Olavo Bilac

Guerra nos Santos & Pecadores. Olavo Bilac: “Desconheço qualquer processo judicial que tenha sido movido contra mim”

Em comunicado enviado à BLITZ, Olavo Bilac defende-se das acusações dos outros elementos dos Santos & Pecadores e mostra-se disponível para reativar a banda. Ecos da polémica suscitada pela atuação do cantor num comício do partido Chega. “A minha vida é a música, a minha paixão é cantar”

Olavo Bilac reagiu às acusações dos colegas dos Santos & Pecadores num comunicado enviado à BLITZ, afirmando desconhecer a existência do processo judicial que o resto da banda diz ter movido contra si por "delapidação de património", na sequência da atuação do cantor num jantar-comício do Chega, em Leiria, na passada sexta-feira.

"A dita atuação realizada por mim ocorreu no âmbito da minha atividade profissional de artista, que tenho vindo a desenvolver há mais de 20 anos", começa por dizer Olavo Bilac no comunicado, "desconheço a existência de qualquer processo judicial que tenha sido movido contra mim por alguns elementos da banda".

Defendendo que nunca quis prejudicar os seus colegas, o cantor contrapõe as declarações dos restantes Santos & Pecadores dizendo que procurou "ao longo dos tempos o entendimento junto de todos eles para que a banda fosse reativada, o que só não aconteceu até ao dia de hoje devido à falta de entendimento entre todos". Bilac diz que a última tentativa que fez para reunir os Santos & Pecadores aconteceu "há cerca de 60 dias".

Depois de salientar que a sua vida é a música, "cantar é a minha paixão", o cantor reitera a disponibilidade para reativar os Santos & Pecadores, "desde que para isso estejam todos disponíveis e com a mesma vontade e saudade que eu para voltarmos juntos a fazer aquilo que mais gostamos e que melhor sabemos fazer: música".