Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Rita Ora

Vittorio Zunino Celotto/amfAR/Getty Images

Rita Ora acusada de apropriação cultural. “Acabei de descobrir que não é negra. É da mesma etnia da Dua Lipa”

Acusada de tentar passar por negra nas redes sociais, Rita Ora é albanesa e filha de pais brancos

Rita Ora está a ser acusada de "apropriação cultural" e de tentar passar por negra por alguns utilizadores de redes sociais que perceberam que a cantora britânica não só não é negra como é filha de pais albaneses brancos.

Na origem das acusações está uma publicação feita no Twitter, esta semana, por uma utilizadora que partilha uma imagem da artista ao lado dos pais e outras tantas fotografias da artista a usar penteados tradicionalmente feitos por mulheres negras.

"Descobri agora que a Rita Ora não é negra e que ambos os pais são albaneses brancos. A rapariga tem tentado passar por negra", escreve o dito utilizador na publicação, acrescentando mais tarde: "o facto de esta rapariga não ser nem um bocadinho negra está a deixar-me passada".

Atraindo centenas de milhares de likes e milhares de partilhas, o post fez com que vários utilizadores da rede social escrevessem mensagens como "toda esta apropriação cultural não é fixe, Rita Ora", "esperem lá. Pensava que ela era ao menos 1/4 negra" ou "ela é literalmente da mesma etnia da Dua Lipa".

Houve, contudo, fãs a defender a cantora, que nasceu em Pristina, no Kosovo, tendo a sua família fugido para Inglaterra devido a perseguições políticas aos albaneses na ex-Jugoslávia. "Ela sempre foi uma rapariga albanesa com a pele morena e nunca mudou o seu aspeto físico. E sempre falou com orgulho do facto de ser albanesa", escreveu um admirador.