Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Neil Young declara guerra à Google e ao Facebook

Uma autêntica purga: Neil Young está a erradicar o Google e o Facebook das suas plataformas, incluindo o site dos seus arquivos musicais. Em relação ao Facebook, Young culpa “bots que fomentam discórdia entre utilizadores”. Leia aqui as justificações de Neil Young

Neil Young irá pagar 20 mil dólares (cerca de 17 mil euros) para remover o Google e o Facebook nas infraestruturas do seu website, de acordo com a revista Variety. Tal operação terá implicações nos acessos dos utilizadores aos seus vastíssimos arquivos, que neste momento pode ser feito através dos "logins" naqueles serviços.

Para o músico, o Facebook "permite a partilha de mentiras nos anúncios políticos que circulam pela plataforma, enquanto bots fomentam discórdia entre utilizadores". "Espalhar o caos no nosso país através da desinformação política é algo que não podemos apoiar. Resumidamente, o Facebook está a dar cabo das nossas eleições [presidenciais dos EUA, agendadas para novembro]", acrescentou.

Young não explicou, no entanto, o porquê de querer remover também o Google, mas salientou que "o dinheiro que iremos gastar para sair desta confusão" justifica a retirada destas plataformas.