Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Kanye West acusa Democratas de espionagem e de quererem destruir a sua candidatura à presidência dos EUA

Acusado de entregar assinaturas falsas para sustentar a sua candidatura, Kanye West responde atacando os rivais

Kanye West acusou o Partido Democrata de espionagem, após ter sido acusado de entregar assinaturas falsas para que o seu nome constasse dos boletins de voto no estado do Illinois, nas próximas eleições presidenciais.

O músico enfrenta agora acusações semelhantes no Wisconsin, e em vez de se justificar preferiu atacar os seus maiores rivais políticos.

Numa queixa obtida pelo TMZ, Kanye diz que os Democratas "contrataram um detetive privado para seguir a sua equipa de recolha de assinaturas, parte de um esforço organizado de assédio e intimidação contra a sua candidatura".

No entanto, Kanye tem em mãos um problema maior: pode vir a ser acusado de fraude eleitoral, sendo que um dos membros do Partido Republicano que hoje em dia trabalha na sua campanha foi condenado por esse mesmo crime, em 2008.