Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Diogo Piçarra

Rita Carmo

Diogo Piçarra acusa Olavo Bilac de “falta de carácter”, mas diz que já resolveu o assunto “em privado”. “Somos dois homens crescidos”

“Há coisas que o dinheiro simplesmente não compra e uma delas é a integridade”, escreveu Diogo Piçarra, reagindo à atuação de Olavo Bilac num jantar-comício do partido Chega, de André Ventura. Mais tarde, publicou uma foto em que surge lado a lado com Bilac. “O meu problema não é o Olavo”

Esta terça-feira, Diogo Piçarra criticou fortemente a atuação de Olavo Bilac num jantar-comício do partido Chega, em Leiria, e a fotografia que o cantor dos Santos & Pecadores tirou ao lado de André Ventura, bem como o pedido de desculpas que se seguiu. Mais tarde, afirmou que "se havia alguma coisa por resolver, já foi feito em privado".

"Há coisas que o dinheiro simplesmente não compra, nem que estejas a passar dificuldades, e uma delas é a integridade", começou por defender Piçarra no Twitter, "não me interpretes mal Olavo, podes apoiar ou seguir quem tu quiseres, não peças é desculpa por isso. É ainda mais falta de caráter".

Horas depois, o cantor deixou uma outra mensagem, dirigida aos "meninos que vivem aqui na net": "depois de ler algumas notícias em que o meu nome surge em títulos como 'Diogo não perdoa Olavo, Diogo ataca Olavo, Diogo etc', acho que quem nos conhece individualmente sabe que somos dois homens crescidos e bem resolvidos".

"Quem me conhece sabe que o meu problema não é o Olavo, o meu problema é com quem se aproveita da bondade e carência de um artista, e por cima disso ainda instrumentaliza a sua cor da pele para benefício próprio", escreve ainda Piçarra, "a escolha de um é legítima e fruto do seu amor pela arte, a escolha de outro é simplesmente de natureza narcisista".

A concluir, diz ainda: "porque, no fim, eu, o Olavo e muitos como nós estamos aqui pela música, nada mais".

Depois do pedido de desculpas de Olavo Bilac, que diz nunca ter pretendido "apoiar o Chega" e que percebe que errou, André Ventura reagiu questionando: "porque é que os artistas são tão fracos? Se apoiam o Chega porque têm medo de o afirmar?".

Em defesa do cantor, o apresentador Manuel Luís Goucha, também nas redes sociais, escreveu "trabalho é trabalho" e questionou "já não vivemos em democracia?".