Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Diogo Piçarra

André Piçarra/Instagram Diogo Piçarra

Diogo Piçarra: “A fama traz sempre um lado negro. Eu percebo o que se passou com o Chester Bennington dos Linkin Park”

“É um mundo cão. A fama não traz nada de bom”, afirmava peremptoriamente Diogo Piçarra ao podcast da BLITZ em maio. No mês de 'descanso' do Posto Emissor recordamos algumas das afirmações mais marcantes dos 27 programas já emitidos

No mês de 'descanso' do podcast Posto Emissor recordamos algumas das afirmações mais marcantes dos 27 programas já emitidos.

Convidado do Posto Emissor em maio, Diogo Piçarra falou sobre o aspeto menos positivo de ser uma figura pública.

"A fama traz sempre um lado negro", afirma o músico algarvio. "Eu percebo muito do que aconteceu com o Chester", diz, referindo-se a um dos seus heróis, Chester Bennington, dos Linkin Park, que se suicidou em 2017. "É cansativo, é esgotante, é muita pressão", considera, lembrando a dimensão "galáctica" de bandas como os Linkin Park, conhecidos em todo o mundo.

Pode ouvir a partir dos 26m 30s.

  • Posto Emissor #16: BLITZ convida Diogo Piçarra. Da mudança de fraldas ao lado negro da fama

    Notícias

    Este é o Posto Emissor, todas as quintas-feiras na Blitz, no Expresso e nas principais plataformas de podcasts. Diogo Piçarra é o convidado da semana. Depois de ser pai e de se ver obrigado a adiar um concerto esgotado em Lisboa, o cantor algarvio fala-nos de cortes de cabelo em isolamento, o nascimento da filha e o lado mais negro da fama. Mark Lanegan, o nome da filha de Grimes e Elon Musk e o ponto de situação de concertos e festivais em Portugal são outros temas desta edição