Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Takeoff dos Migos acusado de violação em festa em Los Angeles no passado mês de junho

Membro da banda que encabeçou o cartaz do adiado MEO Sudoeste 2020 é acusado de violação por uma mulher. A situação reportada terá, alegadamente, ocorrido em junho

O rapper Takeoff, membro dos Migos, foi processado por uma mulher que o acusa de a ter violado durante uma festa, em Los Angeles, em junho passado.

O processo deu entrada num tribunal de Los Angeles, esta quarta-feira. A mulher alega que Takeoff "esteve toda a noite a observá-la", oferecendo-lhe marijuana e tentando iniciar uma conversa.

Após rejeitar os avanços do rapper, a mulher deitou-se numa das camas da casa onde decorria a festa. Takeoff terá, então, tirado no quarto e arrancado-lhe a roupa à força, violando-a de seguida.

A mulher deslocou-se a um hospital após o incidente, e o relatório médico indica que existiam sinais de violação. De imediato, o hospital alertou as autoridades.

O advogado da mulher, que não foi identificada, decidiu avançar com um processo contra Takeoff visto que o rapper não foi ainda detido pelas autoridades. "Esperamos, com este processo civil, que se apresentem mais testemunhas, que se descubram mais provas e que as autoridades dêem a este caso a atenção que merece", afirmou, à revista SPIN.

Os Migos eram cabeças de cartaz da edição deste ano do festival MEO Sudoeste, entretanto cancelada devido à pandemia. Ainda não foram confirmados no cartaz de 2021.