Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Pedro Abrunhosa

Rita Carmo

Pedro Abrunhosa: “É natural que um homem deslumbrante e com abdominais tenha mais seguidores do que um careca desinteressante que canta mal”

Os mistérios das redes sociais descodificados por Pedro Abrunhosa. “Hoje em dia, não é preciso fazer grande coisa”, considera. No mês de 'descanso' do podcast Posto Emissor recordamos algumas das afirmações mais inspiradas dos 27 programas já emitidos

No mês de 'descanso' do podcast Posto Emissor recordamos algumas das afirmações mais inspiradas dos 27 programas já emitidos.

Pedro Abrunhosa, o convidado de 14 de maio do Posto Emissor, acredita que o advento das redes sociais veio complicar a vida a músicos com carreira feita. "Hoje em dia não é preciso fazer grande coisa, [basta] ter um corpo giro e tal", diz, "há exceções, naturalmente. Há uma pessoa que faz uma gestão das redes sociais absolutamente invejável, que é a Carolina Deslandes".

“Para mim, alguns fenómenos são estranhos. De repente, somos todos super modelos, somos todos músicos, somos todos jornalistas", acrescenta, "e é preciso, de alguma forma, criar alguma distância, na minha área, entre o que é arte e o que é entretenimento. É natural que uma mulher deslumbrante ou um homem deslumbrante, cheio de abdominais, tenha mais seguidores do que um careca desinteressante que ainda por cima canta mal”.

Pode ouvir aqui o Posto Emissor com Pedro Abrunhosa. Esta resposta começa pelos 32m 06s.