Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Neil Young processa Donald Trump, farto que o Presidente dos EUA utilize a sua música em comícios

“Imaginem como é ouvir 'Rockin' in the Free World' depois de o Presidente falar, como se fosse o seu hino. Não a escrevi para isso”

Neil Young irá mover um processo em tribunal contra Donald Trump, pelo uso indevido da sua música nos comícios do atual presidente dos EUA.

O músico partilhou, esta terça-feira, uma cópia do processo, que será posteriormente entregue num tribunal de Nova Iorque. Young alega que Trump não obteve qualquer autorização para tocar a sua música "em quaisquer eventos públicos", e continuou a fazê-lo mesmo após os protestos do músico.

Neil Young pede, por isso, uma indemnização "no valor máximo permitido" por "infração dos direitos de autor".

Há já vários anos que Donald Trump recorre à música de Neil Young nos seus comícios, algo a que o músico sempre se opôs. No entanto, Young procurou sempre evitar mover um processo contra o atual presidente dos EUA - até hoje.

No mês passado, o autor de 'Rockin' in the Free World' emitiu um comunicado onde afirmava ter algumas hesitações no que a processar Trump dizia respeito, já que não o queria "distrair do seu trabalho importante, o de proteger e salvar vidas americanas" a meio de uma pandemia.

"Imaginem como é ouvir 'Rockin' in the Free World' depois de o Presidente falar, como se fosse o seu hino. Não a escrevi para isso", escreveu então.

  • Hey Mr. West, ainda temos motivos para gostar de si? 9 boas razões para não 'cancelarmos' Kanye

    Notícias

    Fará sentido continuar a apreciar a arte, ainda que a pessoa por trás do artista seja intolerável? Ele é a estrela que todos gostam de odiar, uma espécie de piñata cultural - e muitas vezes, convenhamos, não ajuda. Mas há boas razões para tirarmos o chapéu a Kanye Omari West, 43 anos 'maiores que a vida' e um percurso inigualável na música (e não só...) das duas últimas décadas. Algumas não serão, inclusive, as mais óbvias