Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Notícias

Posto Emissor #27. BLITZ convida David Fonseca: das ‘tampas’ que deram aos Silence 4 ao não-concerto de Nick Cave

David Fonseca é o convidado esta semana. Com um álbum de raridades e lados B acabado de sair, o músico de Leiria recorda os tempos em que os Silence 4 voaram alto, oferece uma vista panorâmica sobre o seu percurso a solo, discute as guerrilhas das redes sociais e perspectiva o papel da cultura em tempo de pandemia. O concerto 'solitário' de Nick Cave, uma entrevista exclusiva com os Metallica, a revelação Fontaines DC e o concerto dos 75 anos de Sérgio Godinho são outros temas desta edição

David Fonseca é o convidado do episódio desta semana do Posto Emissor, podcast semanal da BLITZ. Em conversa com Luís Guerra e Lia Pereira, o músico nascido há 47 anos em Leiria fala sobre “Lost and Found - B Sides and Rarities”, álbum com canções que ficaram para trás no seu seu percurso a solo e que agora junta numa só coleção digital.

A conversa passa também por uma vista panorâmica sobre a carreira a solo de David Fonseca, o seu gosto por fazer versões de canções alheias, o apreço pela 'alternativa' Billie Eilish e os tempos dos Silence 4, nomeadamente as 'tampas' que levou da indústria musical antes do sucesso retumbante de "SIlence Becomes It", em 1998. A relação de Fonseca com as redes sociais também passa por aqui, com o músico a revelar como conseguiu, até hoje, evitar as maiores polémicas.

No episódio desta semana falamos também sobre o concerto de Nick Cave sem público, transmitido na passada semana, o episódio do “drink de fim de tarde” da Ministra da Cultura e, a esse propósito, discutimos com David Fonseca a política cultural em Portugal em tempos de pandemia.

Uma entrevista exclusiva com os Metallica, a autobiografia de Mark Lanegan, o novíssimo álbum das revelações Fontaines DC, o concerto de 75º aniversário de Sérgio Godinho e vários espetáculos entre Gaia e Porto são outros assuntos desta edição.

A condução deste Posto Emissor esteve a cargo de Luís Guerra, contou com a participação de Lia Pereira e com edição multimédia de José Cedovim Pinto.

Sejam bem-vindos.