Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

O que Nick Cave tocou no concerto “Idiot Prayer”, em que atuou sozinho

Um poema e um alinhamento de 21 canções, entre as quais ‘Into My Arms’, ‘Jubilee Street’ e ‘The Ship Song’: Nick Cave a solo – e sozinho – em Londres

Nick Cave transmitiu, esta semana, o concerto que deu a solo e sem público no Alexandra Palace, em Londres, no mês de junho.

Intitulado "Idiot Prayer: Alone at Alexandra Palace", o concerto pôde ser visto em modo pay-per-view por fãs de todo o mundo.

A revista Rolling Stone também o viu, e fala num espetáculo "especial", dizendo que o facto de não haver ninguém a aplaudir Cave "foi um acrescento ao peso emocional do seu repertório".

"Vestido com o seu tradicional fato negro, foi franzindo as sobrancelhas e apertando os olhos ao mirar as folhas com as letras das canções, à sua frente. A maioria das canções que escolheu para o filme pareciam talhadas para o isolamento", pode ainda ler-se.

"Alguns dos arranjos trouxeram uma outra profundidade às canções; a personagem no corredor da morte, à espera da cadeira elétrica em 'The Mercy Seat' soou ainda mais decidida, só ao piano".

"Foi uma transmissão única, sem pausas, sem que se pudesse passar à frente ou atrás. E havia algo de Caveiano em tudo aquilo, quando acabou, sobre como o tempo corre e não há problema em encontrar a felicidade nas sombras", remata a revista.

Confira aqui o alinhamento:

“Spinning Song” (poema)
“Idiot Prayer”
“Sad Waters”
“Brompton Oratory”
“Palaces of Montezuma”
“Girl in Amber”
“Man in the Moon”
“Nobody’s Baby Now”
“(Are You) The One That I’ve Been Waiting For?”
“Waiting for You”
“The Mercy Seat”
“Euthanasia”
“Jubilee Street”
“Far From Me”
“He Wants You”
“Higgs Boson Blues”
“Stranger Than Kindness”
“Into My Arms”
“The Ship Song”
“Papa Won’t Leave You Henry”
“Black Hair”
“Galleon Ship”