Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Salvador Sobral

Rita Carmo

Salvador Sobral: “Quando tocava na Europa, diziam: 'vê-se que o Jacques Brel é uma inspiração para si'. Eu não conhecia, mas dizia que sim”

Em agosto, Salvador Sobral vai dar dois concertos de homenagem a Jacques Brel, artista que conheceu recentemente mas por cuja obra se apaixonou. Para ouvir no Posto Emissor

Salvador Sobral, convidado do Posto Emissor, podcast semanal da BLITZ, vai dar em agosto dois concertos de homenagem a Jacques Brel, no Teatro Maria Matos, em Lisboa.

"Para mim, Jacques Brel é um dos génios do século XX", afirmou Salvador Sobral, confessando porém que só descobriu a fundo a sua obra há cerca de dois anos, “influenciado pela minha namorada, que nasceu na Bélgica e cresceu em França”.

“Quando eu tocava na Europa, diziam-me: 'vê-se mesmo que o Jaques Brel é uma grande inspiração para si, nessa sua dramatização'. Eu não conhecia nada dele, mas dizia: 'sim sim'", recorda o músico, entre risos.

Para ouvir esta resposta, siga até ao minuto 11m 20s.