Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Halsey e Kanye West

Halsey sai em defesa de Kanye West. “Um episódio maníaco não é uma piada”

Pedindo aos fãs para não gozarem com Kanye West, Halsey fala sobre bipolaridade

Halsey saiu em defesa de Kanye West depois de este ter chorado durante o seu primeiro comício enquanto candidato à presidência dos Estados Unidos e de ter partilhado uma série de mensagens estranhas no Twitter, nas quais dispara em todas as direções, incluindo da própria mulher, Kim Kardashian. A artista pediu aos fãs para não gozarem com o rapper por se suspeitar que está a atravessar um complicado episódio de transtorno bipolar, distúrbio de saúde mental que também afeta Halsey.

"Não façam piadas, neste momento. Dediquei a minha carreira a partilhar informações sobre o transtorno bipolar e estou bastante incomodada com o que estou a ver", escreveu a artista no Twitter, "opiniões pessoais sobre as pessoas à parte, um episódio maníaco não é uma piada. Se não conseguem demonstrar compreensão ou compaixão, calem-se".

Halsey continuou dizendo que "provavelmente conhecem muitas pessoas com transtorno bipolar e nem sabem". "Usar esta oportunidade para deixar apontamentos ofensivos e difamar pessoas com doenças mentais não está certo. São precisamente essas coisas que fazem com que as pessoas não falem sobre o assunto", acrescentou, "podem detestar as ações ou opiniões de alguém sem contribuírem para o estigma que afeta uma comunidade inteira de pessoas episodicamente vulneráveis só porque querem soltar umas gargalhadas".

"Se querem pensar que a pessoa é uma cretina, força. Muitas pessoas com doenças mentais são fantásticas. Muitas delas são cretinas. Porque são pessoas. Com personalidades diferentes. Mas fazer piadas tendo como alvo específico pessoas bipolares magoa mais do que a pessoa com quem estão zangados", concluiu, assinando de seguida: "atenciosamente, um ser humano com um diagnóstico de dez anos de transtorno bipolar".