Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

A experiência coronavírus que cientistas alemães vão fazer num concerto em agosto

Cientistas alemães vão sujeitar 4 mil fãs de música a uma experiência científica. É este verão na cidade de Leipzig

Um grupo de cientistas alemães pretende juntar 4 mil fãs, munidos de garrafas de desinfetante fluorescente e de dispositivos de rastreio, num concerto do cantautor Tim Bendzko.

O objetivo desta experiência será o de analisar qual a melhor forma de prevenir que o novo coronavírus se espalhe, em grandes concertos de sala.

O espetáculo terá lugar a 22 de agosto e os participantes, com idades entre os 18 e os 50 anos, irão usar um pequeno dispositivo ao pescoço que irá recolher dados sobre os movimentos de cada pessoa, e sua proximidade em relação aos outros membros do público.

O desinfetante fluorescente irá permitir identificar as superfícies onde poderá ocorrer uma potencial transmissão do vírus.

Aos voluntários será enviado um kit de teste à covid-19, que deverá ser feito 48h antes do concerto. Aqueles que não apresentarem um resultado negativo não poderão participar no estudo.

Os cientistas esperam poder publicar os resultados do teste no início de outubro. Até agora, voluntariaram-se mais de 775 pessoas.