Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Pop Smoke

Getty Images

Dois suspeitos de terem assassinado o rapper Pop Smoke podem ser condenados à morte

Possíveis penas pesadas para os assassinos de Pop Smoke

Foram detidas, há dias, cinco pessoas suspeitas de estarem relacionadas com a morte do rapper Pop Smoke, assassinado em fevereiro.

Esta segunda-feira, o Procurador-Geral do Condado de Los Angeles decidiu acusar formalmente quatro delas do crime de homicídio, e duas destas - Corey Walker e Keandre Rodgers - poderão ser condenadas à morte ou a prisão perpétua.

Os dois homens são acusados, juntamente com dois adolescentes, de ter invadido a casa onde Pop Smoke se encontrava. Durante essa invasão, o rapper foi baleado e acabou por falecer.

Pop Smoke lançou uma última mixtape, "Meet the Woo 2", antes da sua morte. A 3 de julho, foi editado "Shoot For the Stars Aim for the Moon", um álbum póstumo.