Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Cancelado um dos poucos festivais que iriam acontecer na Europa este ano

Organização do Exit volta atrás na decisão tomada em maio

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Afinal o festival Exit, na Sérvia, não vai realizar-se este ano.

Em maio, a organização do festival tinha anunciado que o mesmo iria ser adiado de julho para agosto, apesar da pandemia de covid-19 que tem levado ao cancelamento de espetáculos em todo o mundo.

Agora, foi anunciado que o festival regressará apenas em 2021.

Em comunicado, a organização explicou que, em maio, foi a própria Primeira-ministra da Sérvia, Ana Brnabić, a pedir que o Exit fosse adiado para agosto, e não cancelado.

“Nessa altura, o número de casos diários estava em queda acentuada e mesmo os mais cautelosos dos nossos especialistas em saúde acreditavam que em junho teríamos zero casos novos”.

“Infelizmente, nas últimas semanas a epidemia agravou-se, com um aumento de novos casos em várias regiões da Sérvia, que estão sujeitas a fortes restrições”.

Com a segurança de espectadores, artistas e equipas em mente, a organização decidiu, inicialmente, reduzir a capacidade do festival “drasticamente”.

“Porém, como a situação não melhorou, após o segundo pico de novos casos a organização decidiu que a festa de 20º aniversário do Exit não vai acontecer este ano”.

Segundo o NME, um dos poucos festivais que irão acontecer, este ano, na Europa, é o Escape 2 the Island, em Malta, país que apresenta poucos casos de covid-19.

Nina Kraviz, David Guetta e Sepultura eram alguns dos nomes confirmados no cartaz do Exit 2020.