Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

“É muito complicado, mas temos de olhar em frente”. Xutos & Pontapés dão o primeiro concerto na era covid-19

Os Xutos & Pontapés darão esta quinta-feira no Tivoli, em Lisboa, o seu primeiro concerto da era covid-19. E isto é o que pode esperar

Os Xutos & Pontapés regressam na quinta-feira aos palcos, com um concerto no Tivoli, em Lisboa, depois de uma paragem que a pandemia da covid-19 acabou por tornar mais longa do que a banda previa.

No último dia de 2019, os Xutos & Pontapés atuaram no Terreiro do Paço, na Festa de Fim Ano de Lisboa. Este ano, tinham “tudo preparado para voltar a tocar por volta do 25 de Abril e o grande concerto no 1 de maio na Altice Arena com a Orquestra Filarmónica Portuguesa”, recordou o vocalista da banda, Tim, em declarações à Lusa.

“E agora estaríamos em 'tournée' regular, mas tudo deu a volta, como deu a toda a gente”, disse, em referência às alterações na vida dos cidadãos em todo o mundo, devido à pandemia da covid-19, cujo primeiro caso em Portugal foi detetado no início de março.

O concerto de quinta-feira no Tivoli “acaba por ser uma novidade, dentro dos novos tempo”, com a lotação da sala reduzida e o público obrigado a manter a máscara durante o espetáculo.

“Pode haver alguma novidade, alguma estranheza, mas espero que corra tudo muito bem”, afirmou.

Ao longo de 41 anos de carreira, lembrou Tim, a banda passou “por coisas parecidas, agora assim tão geral e com tanta gente envolvida, não”.

“Realmente é muito complicado, mas temos de olhar em frente”, declarou.

Tal como a maioria dos portugueses, também os elementos dos Xutos & Pontapés estiveram “confinados, cada um na sua casa, longe uns dos outro. Só há bem pouco tempo é que começámos a ter encontros mais regulares”, contou Tim.

Esses encontros serviram para ensaiar o espetáculo de quinta-feira, que vai incluir “ainda muitos temas dos 40 anos, uma tournée que acabou por ficar interrompida, e mais umas coisitas diferentes que ficaram na moda agora no covid, mas, fundamentalmente, são as músicas dos Xutos e é um concerto dos Xutos”.

Depois do concerto no Tivoli, a banda já tem outras atuações agendadas, mas mesmo essas “não estão garantidas”

“Estamos ainda numa fase de combate à pandemia e ainda estamos dependentes de muitas coisas. Mas se tudo correr bem haveremos de tocar outra vez em breve”, referiu.

Os Xutos & Pontapés editaram, no final do ano passado, “40 Anos a Dar no Duro”, um duplo álbum que reúne as 40 músicas mais marcantes da carreira da banda, alinhadas por ordem cronológica.

O mais recente álbum de originais, "Duro", data de janeiro do ano passado, quando a banda completou 40 anos de carreira.

“Duro” foi o primeiro álbum que Kalú, Tim, João Cabeleira e Gui editaram sem o guitarrista Zé Pedro, que morreu em 2017, mas o registo inclui gravações feitas ainda por este músico.