Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Ennio Morricone recordado por Legendary Tigerman. “Não há outro compositor que nos tenha deixado tantas imagens”

Na primeira pessoa, o músico português Paulo Furtado — que artisticamente responde por Legendary Tigerman — presta homenagem a uma das suas grandes influências e inspirações, alguém “que quis experimentar quase todos os géneros” e teve a “humildade” de não impor uma única sonoridade aos filmes. Ennio Morricone morreu esta segunda-feira aos 91 anos

Depoimento recolhido por Lia Pereira

Lembro-me de ver o “Era Uma Vez no Oeste”, quando era adolescente, e de pela primeira vez pensar, enquanto via um filme: “uau, a música é tão importante no cinema! Eis uma coisa que gostaria de fazer”. Foi esse [momento] que plantou o meu sonho de fazer bandas-sonoras, algo que só viria a acontecer muito mais tarde. Foi o primeiro instante em que me apercebi que era algo que me interessava fazer. Não há outro compositor de quem nós tenhamos tantas imagens, imediatamente ligadas a ele. Pode ser só uma nota, ou três segundos de uma música, que te remetem imediatamente para a cena de um filme.

Conteúdo exclusivo para assinantes. Leia o artigo completo aqui.