Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Acusou Caetano Veloso de pedofilia, agora não tem como pagar a indemnização

Escritor polémico no Brasil a braços com justiça, depois de se recusar a apagar mensagens em que acusou Caetano Veloso de pedofilia

No Brasil, o escritor e jornalista Olavo de Carvalho está a braços com a justiça, após ter sido processado por Caetano Veloso em cerca de meio milhão de euros.

Conhecido pelo seu conservadorismo, Olavo de Carvalho acusou, no seu blog, Caetano Veloso de pedofilia, referindo-se à relação do músico com a empresária Paula Lavigne. Caetano Veloso e Paula Lavigne foram casados durante 19 anos, até 2004, reatando a relação em 2016. O casal tem dois filhos, Tom e Zeca, ambos músicos.

Depois de ignorar uma ordem judicial para apagar essas publicações, Olavo de Carvalho, que agora vive nos Estados Unidos, tem agora de pagar dois milhões e meio de reais (cerca de 500 mil euros) a Caetano Veloso.

Segundo o site Veja.com, Olavo de Carvalho já afirmou publicamente sofrer de problemas financeiros, pedindo ajuda aos seus seguidores, mas os montantes angariados estão muito longe do valor a alcançar.

“Olavo poderia não ter pago nenhum centavo de multa se tivesse apagado os posts, mas deixou correr 281 dias com o ataque nas redes desobedecendo a uma ordem judicial”, afirmou Simone Kamenetz, da equipa de advogados que representa Caetano Veloso, àquele site.

Caetano Veloso e Paula Lavigne terão começado a namorar em 1982, tinha o músico 40 anos e a adolescente 13, conforme declarações da própria Paula Lavigne à Playboy brasileira, no final da década de 1990.