Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

João Carvalho, organizador do festival Vodafone Paredes de Coura

Hugo Lima

João Carvalho recorda “o ano do desespero” no festival de Paredes de Coura. “Chorei muitas vezes. Pensámos acabar”

A edição do festival minhoto onde tudo correu mal recordada pelo seu diretor. Para ouvir no podcast Posto Emissor

João Carvalho, convidado do Posto Emissor, partilhou no podcast semanal da BLITZ uma das edições do festival Paredes de Coura que não consegue esquecer, por razões menos positivas.

"2004, o ano em que choveu torrencialmente, como não chovia há 99 anos", recorda o diretor do festival minhoto. "É o ano que recordo de forma mais triste, o ano do desespero, em que me deitava e não conseguia dormir. Chorei muitas vezes nesse ano. Pensámos acabar, e depois fizemos aquela super edição de 2005".

Para ouvir esta resposta de João Carvalho, siga até ao 4m 35s.