Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Autocarro do caso real retratado no filme “Into the Wild” foi retirado do Alaska. Veja o vídeo

Christopher McCandless faleceu depois de passar 144 dias no seu interior. A sua história foi contada no filme que em Portugal conheceu o título de “O Lado Selvagem”, com banda-sonora de Eddie Vedder

O autocarro onde Christopher McCandless permaneceu durante 144 dias, antes de morrer, foi esta semana retirado do Stampede Trail pela Guarda Nacional do Alaska.

"Após termos analisado pormenorizadamente este assunto, de termos pesado vários fatores e considerado várias alternativas, decididos que o melhor seria retirar o autocarro", explicou Corri Feige, comissária do Departamento de Recursos Naturais daquele estado norte-americano.

"Recomendamos a todos que desfrutem da natureza selvagem do Alaska de forma segura. Percebemos a atração da imaginação popular por este autocarro. Mas era um veículo abandonado e deteriorado, que estava a requisitar muitos custos e a obrigar a resgates perigosos".

Esta retirada não significa que o autocarro será destruído; Feige revelou ainda que o veículo deverá ser colocado num espaço público, de forma a que os fãs o possam visitar.

A história de McCandless e do autocarro foi contada pelo filme "O Lado Selvagem", de 2007, que conta com banda-sonora de Eddie Vedder.