Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Fãs de K-pop e utilizadores do TikTok sabotaram comício de Donald Trump

Comício de Donald Trump em Tulsa está a ser notícia: com capacidade para quase 20 mil pessoas, o pavilhão onde se realizou estava muito pouco preenchido. Parece haver uma razão para isso

Donald Trump regressou no passado fim de semana aos comícios, com um evento em Tulsa, no estado do Oklahoma.

Previa-se que este comício, que se realizou no BOK Center, tivesse casa cheia, já que semanas antes o presidente dos Estados Unidos afirmou que tinha havido mais de um milhão de solicitações de bilhetes.

Contudo, a realidade ficou muito aquém do esperado: no BOK Center - com capacidade para 19 mil e 200 pessoas - não estavam mais de 6 mil e 200 apoiantes de Trump.

A explicação para este facto poderá estar nos fãs de K-Pop e utilizadores do TikTok. Segundo o jornal The New York Times, os organizadores da campanha de reeleição de Trump anunciaram que os seus apoiantes poderiam ter direito a bilhetes grátis caso se registassem com os seus telemóveis - oportunidade que foi aproveitada pelos primeiros.

Através das redes sociais, os fãs de K-Pop e os utilizadores do TikTok juntaram-se e conseguiram arrebatar boa parte destes bilhetes, levando a uma sala muito menos composta que a esperada pelo presidente dos Estados Unidos.

A congressista Alexandria Ocasio-Cortez, do Partido Democrata, veio mesmo agradecer a estes jovens através do Twitter: "Obrigado por contribuírem para esta luta pela justiça".

Não é a primeira vez que os fãs de K-Pop se mostram solidários para com causas sociais: no início do mês, inundaram o Twitter com fotografias dos seus ídolos sul-coreanos sob a hashtag #WhiteLivesMatter, para impedir a sua utilização por parte dos críticos do movimento Black Lives Matter e supremacistas brancos.