Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Ana Bacalhau

Ana Bacalhau: “Está tudo à flor da pele. Censurar filmes e estátuas é um extremo: soltou-se a tampa da panela de pressão”

“Em todas as revoluções, as coisas começam por ser extremadas”, afirma a cantora que se notabilizou ao leme dos Deolinda. Para ouvir no podcast Posto Emissor

Convidada do Posto Emissor, podcast semanal da BLITZ, Ana Bacalhau comentou o facto de, na sequência dos protestos contra o racismo das últimas semanas, terem sido derrubadas algumas estátuas e retirados dos serviços de streaming filmes como "E Tudo o Vento Levou" (que regressará à plataforma com uma contextualização histórica).

"Em todas as revoluções, as coisas começam por ser extremadas, está tudo muito à flor da pele. Censurar filmes e estátuas faz parte dessa reação, desse extremo: soltou-se a tampa da panela de pressão", considera.

Para ouvir a opinião de Ana Bacalhau sobre este tema, siga até ao minuto 24 do podcast Posto Emissor.