Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Yohan

DR

Ídolo sul-coreano foi encontrado morto aos 28 anos. É a quarta morte na cena k-pop em menos de um ano

Yohan, uma das figuras mais conhecidas da pop sul-coreana, é a vítima mais recente numa cena musical manchada por várias mortes

O cantor sul-coreano Kim Jung-hwan, conhecido por Yohan, foi encontrado morto esta terça-feira. Contava 28 anos. A pedido da família, a causa de morte não foi divulgada e o funeral deverá acontecer quinta-feira.

Yohan era um dos seis membros do grupo de k-pop TST, formado em 2017. A banda, que começou por se chamar Top Secret, popularizou êxitos como 'Countdown' e 'Mind Control'.

Recorde-se que 2019 viu morrer duas jovens cantoras de k-pop: a atriz e cantora Sulli, de 25 anos, foi encontrada morta em outubro, na sua casa em Seul, suspeitando as autoridades que se tenha suicidado; um mês depois, a também cantora e atriz Goo Hara (ex-Kara, uma das principais bandas femininas do país), de 28 anos, foi encontrada sem vida junto a um bilhete descrito como sendo de despedida. No final do ano, o ator e cantor Cha In-Ha suicidou-se aos 27 anos.