Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Baterista de banda brasileira afastado depois de divulgada conversa com fã de 16 anos

A conta Exposed Emo divulgou alegados abusos sexuais cometidos por músicos de bandas do Brasil sobre fãs. Japinha, dos CPM 22, foi despedido

Japinha, baterista da banda brasileira CPM 22, foi afastado do grupo após terem sido divulgadas conversas virtuais entre o próprio e uma fã de apenas 16 anos.

Nas conversas, que remontam a 2012, Japinha (à altura com 39 anos) e a jovem falam sobre assuntos como namoro e virgindade.

Os print screens das conversas foram partilhados no Twitter pela conta "Exposed Emo". A hashtag #exposed tem sido utilizada para denunciar casos de abuso e assédio sexual dirigidos contra mulheres.

Após o portal G1, de Globo, ter noticiado a publicação destas conversas no Twitter, os CPM 22 anunciaram a saída de Japinha do grupo. "Não compactuamos com atitudes desrespeitosas com quem quer que seja", pode ler-se num curto comunicado.

Mais tarde, o baterista comentou toda a situação com uma mensagem publicada no Instagram, onde afirma que "jamais agiria com o intuito de machucar alguém" e que algumas das afirmações feitas não correspondem à verdade.