Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Ne-Yo no funeral de George Floyd

Disse que a morte de George Floyd foi um “sacrifício” e está a ser arrasado nas redes sociais

No funeral de George Floyd agradeceu pelo "sacrifício" do afro-americano morto pela polícia. As críticas não tardaram

Convidado para discursar no funeral de George Floyd, afro-americano morto a 25 de maio por um agente da polícia de Minneapolis, o cantor Ne-Yo proferiu algumas declarações polémicas. Na igreja Fountain of Praise em Houston, no Texas, na passada terça-feira, o artista agradeceu a Floyd pelo "sacrifício". E as críticas não tardaram.

"Cinquenta estados estão a manifestar-se ao mesmo tempo. Este homem mudou o mundo", começou por dizer Ne-Yo, "quero apenas agradecer a George Floyd pelo sacrifício que fez para que os meus filhos possam ficar bem. Aprecio o sacrifício, aprecio mesmo". Recorde-se que Floyd foi sufocado até à morte durante quase nove minutos por um polícia que se ajoelhou no seu pescoço.

Depois de partilhar o vídeo do seu discurso no Twitter, uma seguidora escreveu "homicídio não é um sacrifício. Este discurso é vergonhoso", ao que Ne-Yo prontamente respondeu: "é sim. Nunca disse que tinha sido um sacrifício de boa vontade. Mas o sacrifício da vida dele revelou-se o rastilho necessário para criar esta onda de mudança".

"É triste que tenha sido necessário este tipo de sacrifício para que a América finalmente abrisse os olhos, mas, infelizmente, a verdade é que o mundo nunca antes se tinha unido desta forma, em nome da justiça, pelas pessoas negras", continuou, "estou a tentar explicar o melhor possível o que quis dizer porque estamos todos na mesma luta e não posso deixar ninguém para trás. Tenho o maior respeito por George Floyd, a sua família e o sacrifício indesejado que fez pelas pessoas negras".