Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Mulher acusa vocalista dos Of Mice and Men de violação e diz que a revista Alternative Press encobriu o caso

“Lembram-se de quando mais de 15 raparigas partilharam convosco histórias sobre um violador em série? Eu lembro-me. Porque eu era uma delas”. O depoimento de Caitlyn Stiffler sobre Austin Carlile

O antigo vocalista da banda metalcore Of Mice & Men, Austin Carlile, foi acusado de violação.

Nas redes sociais, uma das alegadas vítimas do músico, Caitlyn Stiffler, publicou uma carta aberta à revista Alternative Press, a qual acusa de ter encoberto o caso.

Caitlyn afirma que esta revista rejeitou publicar um artigo de investigação sobre Austin Carlile, onde eram enumerados vários casos de abusos sexuais por parte do músico.

Esta mulher decidiu tornar o caso público, após a Alternative Press ter publicado uma notícia em torno das últimas publicações nas redes sociais de Carlile, onde este afirma que "Jesus Cristo irá voltar em breve", baseando-se nas últimas semanas de protestos nos Estados Unidos.

"Lembram-se de quando mais de 15 raparigas partilharam convosco histórias sobre um violador em série? Eu lembro-me. Porque eu era uma delas", escreveu Caitlyn.

"Ele era um predador em busca de miúdas menores, utilizando para tal a sua posição na indústria musical. Ameaçou-vos com um processo e vocês acobardaram-se. Eu percebo. Foi a escolha que fizeram, uma escolha que nenhuma de nós teve", continuou.

A fotógrafa Megan Thompson corrobora a história de Caitlyn, acrescentando que "'descobrir Jesus' não compensa a forma como ele tratou toda a gente. Parem de lhe dar uma plataforma se não acreditam nestas mulheres".

A Alternative Press já respondeu à publicação de Caitlyn, dizendo que o artigo não pôde ser publicado por "questões legais" mas prometendo que a mesma será ouvida.

Quanto aos Of Mice & Men, publicaram uma nota em que afirmam que Austin "não é membro da banda há quatro anos" e que ninguém na mesma "procurou suprimir o artigo".