Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Lorde no NOS Primavera Sound 18

Rita Carmo

Lorde chama “racista e doentia” à brutalidade policial na América em carta para “brancos” e “pretos”

Um e-mail de Lorde para os fãs onde pouco fica por dizer

Lorde enviou um e-mail aos seus fãs, onde fala dos protestos que têm assolado os Estados Unidos após a morte de George Floyd, vítima de violência policial.

A cantora neozelandesa, que tem andado afastada das redes sociais, escreveu que "o silêncio dos brancos, nest altura, faz mais estragos que a selfie de alguém num protesto".

"Uma das coisas que mais me deixam frustrada em relação às redes sociais é o ativismo performativo, sobretudo da parte de celebridades caucasianas (como eu)", continuou.

"É difícil arranjar um equilíbrio entre o que é mostrado nas redes sociais e a ação a sério. Mas parte de ser um aliado é saber quando falar e quando ouvir".

"Deixem-me ser clara: esta brutalidade policial sistémica e contínua é racista, é doentia, e não é surpresa". Leia o e-mail completo de Lorde aos fãs: