Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

"Lavem-me essas mãos". Faith No More reagendam concertos e criam merchandising especial para ajudar a sua equipa

"A nossa equipa ficou sem forma de se sustentar a si e às suas famílias", explicam os norte-americanos, que deviam atuar no NOS Alive este ano e já começam a reagendar algumas datas

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Os Faith No More começam a encontrar novas datas para a digressão europeia que tiveram de adiar e que agora acontecerá entre junho e julho do próximo ano. A banda atuaria no NOS Alive, em Portugal, este ano - esta data ainda não se encontra entre as reagendadas. O NOS Alive 2021 acontecerá entre 7 e 10 de julho e, até agora, os norte-americanos têm concertos marcados ate 7 de julho, inclusive.

Entretanto, os Faith No More lançaram uma coleção de merchandising "temático" para ajudar a sua equipa.

"Tem-se falado muito do colapso da indústria dos concertos e do seu impacto nos músicos, artistas e agentes. Mas pouco se fala do impacto num elemento essencial da música ao vivo e das digressões: a equipa. Sem equipa, não há concertos. E à luz dos recentes adiamentos, a nossa equipa ficou sem forma de se sustentar e às suas famílias. Por falar em família, a banda que vocês conhecem como Faith No More é mais que os cinco músicos que estão empalco. É uma família maior que isso, um ecossistema que inclui backline, manager, luz, som e management. Tínhamos um verão cheio de concertos e agora, como resultado da pandemia, a nossa equipa está numa situação financeira muito complicada. Trabalhamos com estas pessoas há anos e somos muito próximos deles. Como não podemos dar concertos, lançámos merchandising especial", explica Bill Gould, baixista e membro fundador da banda, no site oficial da mesma.

Entre os novos produtos, há máscaras com o logo do grupo e t-shirts com a frase "Wash Those Hands". Todas as verbas conseguidas com esta venda serão entregues à equipa dos Faith No More.