Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Pedro Abrunhosa

A homenagem de Pedro Abrunhosa ao pai, “ao muito que me ensinou e à bondade que marcará a minha vida até ao fim”

Octávio Abrunhosa faleceu este domingo, poucas horas depois do concerto em formato 'drive-in' do filho, em Ansião, “uma homenagem antecipada ao extraordinário homem que foi”

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Pedro Abrunhosa homenageou nas redes sociais o seu pai, Octávio Abrunhosa, que morreu poucas horas depois do concerto do filho em registo drive-in, no passado sábado.

"Nunca falei publicamente da minha vida pessoal. Porém ela sempre transbordou para a minha música como um reflexo dos meus passos", escreve Pedro Abrunhosa.

"Porque editei recentemente ‘Tempestade’, canção dedicada ao meu Pai, venho hoje confirmar a sua passagem na passada madrugada de Domingo, 24 pelas 04h30. O espectáculo de sábado, 23, em Ansião, acabou por ser uma homenagem antecipada ao extraordinário homem que foi, ao muito que me ensinou, à bondade que marcará a minha vida até ao fim. Na impossibilidade de agradecer individualmente, deixo o meu reconhecimento a todos que, antevendo a situação pelas entrelinhas, me saudaram desde então. ‘Não estou só na Tempestade!’ Reinicio as minhas atividades profissionais a partir de hoje. Muita Luz!".

Nascido em Lamego há 96 anos, Octávio Abrunhosa era advogado, escritor e poeta, tendo crescido em Moimenta da Beira, no distrito de Viseu, onde regressava com frequência e promovia os encontros da família Abrunhosa, com dezenas de pessoas.

Pai de três filhos, Octávio Abrunhosa morreu no Porto, onde residia. O seu desaparecimento foi assinalado pelo Presidente da Câmara de Moimenta da Beira, José Eduardo Ferreira.

Pedro Abrunhosa foi recentemente convidado do Posto Emissor, o podcast semanal da BLITZ, falando sobre o seu pai, a quem dedicou a canção 'Tempestade'.

A BLITZ endereça a Pedro Abrunhosa os seus sentimentos.