Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Daniela Mercury e Malu Verçosa

Instagram Daniela Mercury

Daniela Mercury compara homofobia ao coronavírus

A cantora brasileira é casada com Malu Verçosa há sete anos

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

A cantora brasileira Daniela Mercury comparou o medo da pandemia de covid-19 à homofobia.

No Dia Internacional da Luta Contra a Homofobia, a artista, que é casada com Malu Verçosa, disse em entrevista ao jornal brasileiro Extra: "Lembrem-se que o amor salva. Abraço e carinho salvam a gente. É muito ruim viver com medo. Se hoje toda a gente tem medo do coronavírus, imaginem [o que é] viver com medo, imaginem o que é uma comunidade que vive com medo de sofrer violência, de morrer".

Para Daniela Mercury, o facto de ter revelado publicamente o seu casamento com outra mulher "trouxe à tona a homofobia na nossa sociedade e pudemos falar sobre esse assunto de maneira mais clara. Tudo o que está relacionado com sexo é difícil de [discutir] abertamente, mesmo em 2020. [O nosso comportamento] ajudou à conquista de mais direitos civis".

A cantora de 54 anos afirmou ainda: "Espero que o Brasil deixe de ter o título de país que mais mata homossexuais. [Fico horrorizada] por os políticos ainda terem uma visão tão discriminatória."