Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Desconcertante, enternecedor e um bocadinho country. Assim é o novo álbum e a nova vida de Perfume Genius

“Sinto-me diferente, melhor do que alguma vez me senti, em vários aspetos. Também me sinto mais confuso e pior”. Ao quinto álbum enquanto Perfume Genius, Mike Hadreas volta às raízes da sua música e de uma América que sempre o fez sentir-se deslocado

Um, dois, três, quatro álbuns sem um passo em falso. É assim que olhamos para o percurso irrepreensível percorrido por Perfume Genius desde que se estreou, há uma década, com um tímido (e lo-fi) “Learning”. Disco após disco, a doçura e o vapor de ‘Lookout, Lookout’ ou ‘Gay Angels’ foi-se mascarando de confusão e desespero em ‘Hood’ ou ‘Dark Parts’, de violência e explosão em ‘Queen’ ou ‘My Body’, de assertividade e provocação em ‘Slip Away’ ou ‘Die 4 You’. Nessa incrível montra de pedras preciosas em formato canção, Mike Hadreas foi deixando bem à vista as suas potencialidades de escritor de canções, exímio na hora de contar histórias e traduzir sentimentos. A vontade constante de se provocar e de encontrar novas formas de nos arrepiar com o poder das palavras esteve sempre lá, e continua a estar. Tal como a vulnerabilidade da entrega. “Set My Heart on Fire Immediately” é outra excelsa entrada no seu catálogo e um disco em que, de novo, se empurra para novas experiências, sem olhar a consequências. “Isso, em parte, é bastante deliberado mas um tanto ou quanto rebelde, para ser sincero”, confessa ao Expresso, “não me interessa fazer algo que já tenha feito antes, não me quero sentir como me senti antes”.

Conteúdo exclusivo para assinantes. Leia o artigo completo aqui.