Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Hunter Hunt-Hendrix é o segundo elemento a contar da direita

Vocalista da banda de metal Liturgy assume-se como transgénero. “Sou uma mulher. Sempre fui”

A carta de Hunter Hunt-Hendrix aos fãs. “O amor que tenho para dar é um amor de mulher”

Hunter Hunt-Hendrix, vocalista dos norte-americanos Liturgy, assumiu-se transgénero numa longa publicação no Instagram.

"Sou uma mulher. Sempre fui", começou por escrever. "O amor que tenho para dar é um amor de mulher, nem que seja por ser meu".

Dizendo que "podia ter feito isto antes de começar os Liturgy", Hunter Hunt-Hendrix acrescentou que o "medo" impediu que se assumisse. "Sabia que era fêmea e não macho, tanto emocionalmente como no que toca à experiência do meu corpo. Mas tinha medo da rejeição - social, romântica, na carreira, na família".

"Tenho um grande respeito pela masculinidade, mas nunca soube como participar nela, porque não tem a ver comigo. Não tenho escolha, não posso parar o que sou, rendo-me a isso", contou ainda.

Veja a publicação de Hunter Hunt-Hendrix: