Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Bryan Adams

Getty Images

Acusado de racismo, Bryan Adams defende-se. “Só quis criticar a crueldade contra animais e promover o veganismo”

O cantor canadiano foi acusado de racismo por atribuir a culpa da pandemia de covid-19 aos chineses. Leia a sua resposta

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Bryan Adams pediu desculpa pelo post que publicou esta semana no Instagram, culpando "os filhos da mãe que comem morcegos e criam vírus" pela pandemia de covid-19.

As palavras do canadiano geraram acusações de racismo e levaram-no a apagar o tweet em que linkava esse post e a desativar os comentários dessa publicação no Instagram.

Ontem, Bryan Adams pediu desculpa pelo seu desabafo.

"Peço desculpa a todos os que se sentiram ofendidos pelo meu post de ontem. Só quis desabafar e falar sobre a horrível crueldade contra os animais que se pratica naqueles mercados ser uma possível origem do vírus e promover o veganismo".

"Tenho amor por todas as pessoas e solidariedade por todos os que estão a ligar com esta pandemia em todo o mundo", garante Bryan Adams, que por estes dias devia estar a dar uma série de concertos no Royal Albert Hall, em Londres.