Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

DANNY NORTH

Grandes concertos só regressam em 2021

A maior promotora de espetáculos do mundo, a Live Nation, não voltará a fazer concertos de “grande escala” até ao próximo ano

A Live Nation, a maior promotora de espetáculos do mundo, anunciou que não irá voltar a organizar concertos de "grande escala" até 2021.

De acordo com a revista Vatiery, o anúncio foi feito pelo seu diretor executivo, Michael Rapino, aos investidores.

O plano da Live Nation será o de voltar a organizar concertos, em menor escala, ao longo dos próximos seis meses. As grandes digressões de estádio ficarão adiadas.

Querendo "começar devagar e de forma reduzida", a Live Nation irá olhar para concertos sem público, transmitidos online, ou de capacidade reduzida, o que poderá levar a um aumento no preço dos bilhetes.

Os concertos ao ar livre ainda se poderiam realizar, desde que fossem tomadas medidas de segurança. E os concertos drive-in, como visto na Alemanha e Dinamarca, também poderão ser uma possibilidade.

Ainda assim, todas estas medidas estão dependentes da forma como evoluirá a pandemia - pelo menos enquanto não houver uma vacina disponível.