Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Governador americano obrigado a pedir desculpa a homem chamado Tupac Shakur

O que parecia uma partida era um nome verdadeiro

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

O governador do estado norte-americano do Kentucky, Andy Beshear, teve de pedir desculpa a um homem que se candidatou ao subsídio de desemprego, assinando a candidatura como Tupac Shakur.

Numa conferência de imprensa, o governador lamentou o que pensou ser uma brincadeira. "Esta pessoa deve ter achado que tem muita graça, mas não tem", criticou Andy Beshear.

Na verdade, o candidato a subsídio de desemprego é um homem que acaba de perder o seu emprego como cozinheiro, após o fecho do restaurante onde trabalhava - e que se chama realmente Tupac Shakur.

"Fiquei magoado, envergonhado e em choque", disse Tupac Shakur a um jornal local, apelando ao governador que pedisse desculpa.

"No último mês, tenho-me visto aflito para pagar as contas", acrescentou o homem que mudou o seu nome para Tupac Malik Shakur nos anos 90, após converter-se ao Islão.

Desde que foi revelado que Tupac Shakur é o seu verdadeiro nome, o governador do estado já lhe pediu desculpa e prometeu agilizar o seu pedido de apoio, possivelmente bloqueado devido à questão do nome.