Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Dave Grohl dos Foo Fighters recorda email chocante que recebeu de David Bowie

“Congelado na cadeira da sala, olhei horrorizado para o ecrã do meu laptop. Com os dedos a tremer sobre o teclado, li e reli aquelas duas frases vezes sem conta”

Dave Grohl irá partilhar esta semana mais um episódio das "Dave's True Stories", projeto que iniciou durante o período de isolamento e onde relata várias situações ocorridas ao longo da sua carreira.

O projeto pode ser acompanhado através da conta oficial do líder dos Foo Fighters no Instagram, que já conta com mais de 300 mil seguidores.

Esta semana, Grohl irá narrar uma situação vivida com David Bowie, à qual a Billboard teve acesso exclusivo, partilhando um pequeno excerto.

"Congelado na cadeira da sala, olhei horrorizado para o ecrã do meu laptop. Com os dedos a tremer sobre o teclado, li e reli aquelas duas frases vezes sem conta, desejando que fosse um erro ortográfico, um desastre cruel provocado pelo corretor".

"Mas não era erro algum. O David Bowie tinha acabado de me mandar pastar", pode ler-se.

"Não era a primeira vez que os meus ouvidos escutavam linguagem tão colorida, mas do 'Thin White Duke'? Que poderia ter eu feito que merecesse tamanha reação? Foi algo que eu disse?".

Grohl explica ainda a forma como David Bowie - "um acrescento indelével à banda-sonora dos meus anos" - o marcou: "A 'Suffragette City' era um êxito nas festas de quintal que fazia com a minha banda de liceu", afirma.

"O álbum que verdadeiramente me roubou o coração, e sei que vou ser esquartejado por fãs acérrimos do Bowie por admiti-lo, foi o 'Let's Dance'", acrescenta. "Aquela bateria iluminou muitas coisas no meu cérebro débil".