Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Chico Buarque

25 de Abril. Chico Buarque envia mensagem: “Deixarei cravos vermelhos na janela e cantarei, alto e bom som, a Grândola, Vila Morena”

“Infelizmente, não estou aí. Não haverá entrega de prémios nem descerei com vocês a Avenida [da Liberdade, em Lisboa], mas esta tarde deixarei cravos vermelhos na janela e cantarei, alto e bom som, a 'Grândola, Vila Morena', de Zeca Afonso”, afirma o cantor e compositor brasileiro, que deveria receber este sábado o Prémio Camões. Veja a mensagem em vídeo

Impossibilitado de estar este sábado em Portugal para receber o Prémio Camões, o cantor e compositor brasileiro Chico Buarque promete "colocar cravos vermelhos na janela" e cantar 'Grândola, Vila Morena', de José Afonso. Afirma-o numa mensagem em vídeo divulgada pela sua editora em Portugal e no Brasil, a Companhia das Letras.

Recorde-se que a entrega do Prémio Camões, inicialmente marcada para o dia 25 de abril de 2020, em Lisboa, foi adiada devido à pandemia de covid-19. Uma nova data ainda não foi comunicada.

"Vai aqui a minha saudação aos amigos portugueses pelo 25 de Abril. (...) Infelizmente, não estou aí. Não haverá entrega de prémios nem descerei com vocês a Avenida [da Liberdade, em Lisboa], mas esta tarde deixarei cravos vermelhos na janela e cantarei, alto e bom som, a Grândola, Vila Morena, de Zeca Afonso", diz o artista de 75 anos.