Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

“É um dos momentos gigantes da minha carreira”. Dave Grohl reage à versão de quarentena de 'Times Like These'

A nova versão de 'Times Like These', dos Foo Fighters, junta Dave Grohl a Dua Lipa, Chris Martin dos Coldplay e Rita Ora, entre outros. E já há vídeo

Dave Grohl, dos Foo Fighters, diz que a nova versão de 'Times Like These', que junta o músico e o baterista Taylor Hawkins a uma série de artistas, maioritariamente britânicos, é um dos "momentos gigantes" da sua carreira.

Esta versão especial da canção de 2003 tem um objetivo solidário: angariar dinheiro para apoiar crianças com necessidades e para ajudar pessoas afetadas pela pandemia de Covid-19.

"Há algumas semanas, recebi uma chamada a dizer que a BBC queria colocar este projeto a andar e senti-me muito lisonjeado por quererem usar uma das nossas canções e por ter tantos artistas incríveis a cantá-la", disse em entrevista à rádio pública britânica.

Grohl acrescenta que ficou "verdadeiramente emocionado" pelo facto de a sua canção ser usada para "algo com tanto significado". "É um sentimento engraçado para mim, porque foi uma canção que escrevi num período estranho da minha vida, no qual me sentia assustado mas esperançoso. Penso que se aplica ao que se está a passar".

Dua Lipa, Chris Martin dos Coldplay, Biffy Clyro, Rita Ora, Ellie Goulding e Sean Paul são alguns dos artistas que juntaram as vozes nesta nova versão de 'Times Like These', cujo vídeo, divulgado esta quinta-feira à noite, pode ser visto abaixo.