Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

O “drama” e as “tretas” que impedem os System of a Down de fazer um novo álbum

"Já nem sei se quero gravá-lo", diz o baterista

Os System of a Down já não editam um álbum desde 2005 e parece que não vai ser agora, talvez nunca. Segundo o baterista John Dolmayan, há demasiado "drama" e "tretas" no seio da banda e é "muito pouco possível" que "Mesmerize" e "Hypnotize" venham a ter um sucessor.

Em entrevista ao podcast "Let There Be Talk", o músico diz inclusivamente que já nem sabe se quer efetivamente gravar um álbum: "estou farto". "Lutei bastante para que os System fizessem um álbum. Mais do que qualquer um dos outros elementos da banda", defende Dolmayan.

"Telefonei às pessoas a dizer para nos juntarmos, para colocarmos os egos de lado. 'Vamos lá reunir-nos. O que for preciso. Vamos para estúdio ver o que acontece'. Mas não consegui que acontecesse. Falhei", desabafa, "as relações acabam a toda a hora. E isso acontece com uma pessoa. Imaginem ter uma relação com quatro".

O músico não quis, contudo, atirar as culpas para o vocalista Serj Tankian e o guitarrista Daron Malakian: "não são só eles. São precisas quatro pessoas para fazer esta banda e são precisas quatro pessoas para a desfazer. A culpa é de todos nós. Mas podia facilmente culpar o Daron e o Serj porque eles são os principais escritores de canções".

Apesar de já terem estado em estúdio várias vezes desde que regressaram de um hiato, nunca chegou a sair música nova dessas sessões que fosse tornada pública. Em 2018, a banda tentou gravar um álbum mas "diferenças criativas" não deixaram que o projeto avançasse.

Recorde-se que o regresso dos System of a Down a Portugal, depois de 15 anos de ausência, está marcado para o VOA - Heavy Rock Festival no dia 2 de julho no Estádio Nacional, em Oeiras. Num comunicado emitido em maio, a organização do evento colocava de parte a hipótese de adiamento ou cancelamento.