Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Cristiano Ronaldo, Angelina Jolie, Kanye West

De Kanye West a Cristiano Ronaldo e Angelina Jolie. As celebridades que estão a ajudar a combater os efeitos devastadores da Covid-19

De doações de ventiladores a transferências de dinheiro para fãs com problemas financeiros, celebridades milionárias, como Kim Kardashian ou Cardi B, têm ajudado a combater os efeitos da pandemia

Com o passar do tempo, os efeitos devastadores da pandemia de Covid-19, quer em termos de saúde quer em termos de economia, têm vindo a ser atacados em várias frentes.

Nem só os governos e as grandes organizações mundiais têm ajudado a combater os problemas de falta de material hospitalar ou de dinheiro para ajudar cidadãos em dificuldades: também muitas celebridades têm feito a sua parte.

Ariana Grande, Cardi B, Taylor Swift e Lil Nas X têm ajudado, individualmente, fãs que se vêm a braços com falta de dinheiro para pagar as contas. Grande, por exemplo, tem enviado entre 500 e 1000 dólares (460 a 920 euros) a fãs que não conseguem pagar as contas, incentivando também os seus seguidores nas redes sociais a ficarem em casa.

Jay-Z e Rihanna têm, através das suas respetivas instituições de solidariedade, a Shawn Carter Foundation e a Clara Lionel Foundation, doado quantias avultadas de dinheiro para variadas causas. O rapper doou 1 milhão de dólares (920 mil euros) para ajudar trabalhadores de saúde e respetivas famílias, pessoas idosas, imigrantes, sem-abrigo e presos, quer em Nova Iorque quer em Los Angeles. A cantora de Barbados doou 5 milhões de dólares (4 milhões e 600 mil euros) a várias instituições médicas que estão a trabalhar para combater a pandemia.

O casal Kanye West e Kim Kardashian tem ajudado, a título individual, com o rapper a doar dinheiro para duas organizações sem fins lucrativos que ajudam a alimentar pessoas com necessidades, quem em Los Angeles quer em Chicago, a sua cidade, e a estrela de reality shows a doar 20% dos lucros da sua marca de roupa para um instituição que ajuda crianças pobres.

As atrizes Angelina Jolie e Emilia Clarke (da série "A Guerra dos Tronos") também se têm dedicado a várias causas: Jolie doou 1 milhão de dólares (920 mil euros) à associação No Kid Hungry, que tem como intuito combater a fome de crianças com necessidades e Clarke, através da sua instituição SameYou, tem tentado angariar dinheiro para ajudar hospitais com falta de camas para receber doentes com Covid-19.

A criadora de moda Donatella Versace doou 200 mil euros à unidade de cuidados intensivos do hospital San Raffaele, em Milão. Os futebolistas Cristiano Ronaldo e Lionel Messi doaram 1 milhão de euros cada um para ajudar hospitais em Portugal, Espanha e Argentina.